Closer, o novo single dos Soma Zero

Os Soma Zero (ØΣ) vêm do Cadaval e apresentam-nos Closer, o seu mais recente single.


Não era uma vez um jantar de amigos, nem uma escola, nem um anúncio de jornal. Foi… um ovo. Este ovo é, em sentido figurado, uma ideia.
O Gil e o Nuno já tinham tentado a música juntos, mas nenhum deles estava preparado para o que encontrou na altura. Era demais para eles! Então separaram-se sem ressentimentos, como os machos alfa fazem entre si, e foram aprender coisas até voltarem a descobrir-se. A epifania deu-se na primavera de 2015. Perceberam que eram a melhor hipótese um do outro, tendo em conta que vivem no Cadaval e já têm alguns cabelos brancos, mas acima de tudo, porque querem a mesma coisa. Foi por isso que desta segunda vez o Nuno e o Gil conseguiram, ou então apenas porque alguém mudou a ordem dos nomes na história e isso pode alterar por completo o resultado.


Faltava a voz. Também não foi à primeira. Nem à segunda. Eles procuravam uma voz capaz de fazer nascer alguma coisa daquela ideia, uma voz profunda e ao mesmo tempo leve, que interpretasse a angústia e a esperança das perguntas que nos acompanham desde sempre. Alguém que cantasse com a segurança de quem sabe o que está a fazer, mas com a descontração e a curiosidade que encontraram numa vocalista com apenas 20 anos. A Laura apareceu em março de 2016. Mesmo a tempo. Na verdade ela já existia, já cantava, o Nuno já a conhecia e andava ansiosa por fazer parte desta história. Mas o ovo ainda não tinha detetado a sua viabilidade, apesar de estarmos no século XXI e os ovos já poderem incorporar radares altamente eficientes. Imagine-se que a Laura, ainda por cima, também vive no Cadaval! E além de outra geração, ela trouxe consigo a definição dos contornos do projeto, que então ganhou velocidade, determinação, e um nome.


O nome também não foi fácil. Todas as hipóteses levavam com, pelo menos, um nariz torcido. Ou então já existiam. E como em quase todas as coisas da vida em que demoramos muito tempo a decidir, acabaram por voltar ao primeiro que eles gostaram, mas em português, porque a Laura, que também tinha uma palavra a dizer, gostava mais assim: Soma Zero. E faz sentido. Faz sentido porque eles são portugueses. Mas faz mais sentido ainda, porque define de alguma forma os processos de decisão entre eles. E entre eles e o resto do mundo. E entre o resto do mundo.


A música? A música é para ouvir…

 

Novembro 29th, 2016 Por