Categoria: Noticias

Outubro 11th, 2017 Por Cláudio Silva

JB2012

JB são as iniciais do nome e sobrenome de Jorge Borralho e 2012, o ano em que o projecto arrancou.

JB2012 tem composto muitas músicas desde então, embora não as tenha divulgado, tarefa essa que agora começará a ganhar uma maior dinâmica.

jb2012

Quase todos os instrumentos que entram nas gravações iniciais são tocados por Jorge Borralho, que depois poderão ser substituídos por outros músicos.

 

JB2012 tem colaborado com diversos músicos e compositores de diversas partes do mundo, através de plataformas on-line. Experiência essa, que se tem tornado muito gratificante e enriquecedora.

 

Fiquem atentos, brevemente serão partilhadas mais musicas, sempre na plataforma Number One Music.

Publicado em Noticias Etiquetas:

Outubro 11th, 2017 Por Cláudio Silva

Tripé é um projeto de música eletrónica, progressiva e ambiental que assume a imagem e o vídeo como partes integrantes do projeto. Gravaram o primeiro álbum, “Júpiter 49” no estúdio do Cascais Garage.
tripe capa cd
As apresentações ao vivo são acompanhadas por vídeos alusivos a temas nos quais o grupo se revê. Marcam presença questões ambientais e sociais, bem como estéticas visuais ligadas à linguagem do cinema.

Os Tripé são: António Silvestre (sintetizadores), Carlos Brito de Sá (baixo e guitarra) Miguel Munhá (violoncelo), David Correia (bateria) e André Nascimento (eletrónica e teclados).

O single e vídeo de apresentação chama-se “Chamada”.

Publicado em Noticias Etiquetas:

Outubro 6th, 2017 Por Cláudio Silva

Os Vircator formaram-se em 2012 depois dos seus membros se terem aventurado noutros projectos com abordagens tão amplas que percorriam o espectro do pop ao metal.
vircator
Mas o apelo pelo lado mais experimental do rock juntou Pedro Cunha (guitarra/voz), Paulo Noronha (bateria), Pedro Carvalho (guitarra) e Marcelo Peixoto (baixo).
Em Janeiro 2015 junta-se à formação Gustavo Ribeiro na guitarra, em substituição de Pedro Cunha. Assim surgiram os Vircator que se estrearam com o single “Izbat River” e provaram desde logo ser uma das novas bandas portuguesas que apostam em confortáveis passeios pelas paisagens de altos e baixos do rock e pós-rock sem se prenderem nem restringirem a catalogações quadradas.
Lançaram o primeiro longa-duração “At the Void’s Edge” a 3 Janeiro 2016 (gravado e masterizado por Marco Lima nos HertzControl Studios), que lhes deu abertura para a primeira tour europeia, passando por Espanha, França, Alemanha, Áustria e Holanda.
Com o segundo àlbum “Sar-I-Sang”, Vircator convidam a uma viagem por universos mais distantes.
Embora a identidade da banda se mantenha firme, este álbum revela-se uma autêntica surpresa: é uma poderosa e emotiva viagem, balançada por momentos calmos e arrebatadores.

Publicado em Noticias Etiquetas:

Outubro 6th, 2017 Por Cláudio Silva

Eternal Search Of Lucy’s Diamonds (ESOLD) é um projeto musical sediado em Abrantes – Portugal, cujas principais influências resultam da força do Rock, das texturas do Grunge e das cores do Stoner.
esold
Apesar de formado recentemente os ESOLD contam com a participação de músicos experientes que já passaram por bandas como Assemblent, The Grim Reaper Society, Perfect Sin ou Dog Days, tendo trabalhado com músicos como Fernando Ribeiro (Moonspell) ou Miguel Fonseca (Bizarra Locomotiva), entre outros.
Após algumas bem-sucedidas apresentações ao vivo na região centro do país os ESOLD encontram-se de momento a preparar a edição da sua demo de estreia Lucy – gravada, mixada e masterizada por Arlindo Cardoso (Low Torque, Icon & The Black Roses, WAKO, Cruz de Ferro e outros), cujo concerto de apresentação será em outubro no Centro Cultural Gil Vicente, Sardoal – Portugal.
Os ESOLD são formados por Cláudio Brandão, Rui Duarte, Sérgio Marques e Jorge Neves.

Publicado em Noticias Etiquetas: ,

Outubro 6th, 2017 Por Cláudio Silva

Passados 4 anos do lançamento do primeiro trabalho homónimo, os Mopho regressam agora com um longa duração estranho e, ao mesmo tempo, rico em toda a sua essência.
Quatro anos carregam o peso da maturidade e da desconstrução de estigmas e círculos transversais de eternos retornos.

mopho
Estranho em mim trata, sobretudo, de um aprofundar da melancolia bonita que sempre envolveu o rock destes cinco rapazes.
Um álbum de sonhos, egos, quedas, ascensões, paralelismos e confrontos onde nos perdemos em planícies irregulares e chamativas.
Em 11 faixas intensas na melancolia e bonitas na construção, o ouvinte será capaz de surgir do fundo de si e borbulhar em emoções distintas e compactas confrontando-se com o Eu que esconde e enfrentando-o com todas as suas forças, reconhecendo a importância da liberdade em toda a sua plenitude. Um caminho lírico real e directo que completa um puzzle de sensações que passa por todas as cores da paleta de tons primários, misturando-os, completando-os, assim como a nós próprios e à sociedade contra a qual remamos.
O single de apresentação, “Melancolia”, foi sabiamente escolhido para se tornar um vício. Os reflexos que apresenta de uma luz ténue e brilhante trazem à canção uma brisa suave e palpável que nos faz estremecer de intensidade. A verdade é que a intensidade, a emoção e a melancolia estão presentes no percurso deste álbum, conseguindo, sempre, apresentar uma verdadeira beleza que só os Mopho conseguem toldar.
Um álbum que representa o rock português em toda a sua magnitude. Fica o alerta de um possível rasgo de arrepios frios aquecidos por um aconchego melódico extremamente belo aquando da sua audição.

Os Mopho vêm de Faro e são constituídos pelo Pedro Bandeira, Ricardo Rosa, André Gomes, Rúben Azevedo e Paulo Duarte.

Publicado em Noticias Etiquetas:

Outubro 5th, 2017 Por Cláudio Silva

Helix Trio é um projecto de música instrumental composto por dois guitarristas – André Pedroso Rocha e Rafael Osório de Castro – e as várias percussões de Tiago Moura. As músicas são uma mistura de Blues, Jazz, Funk e mais além, que levam o público a uma viagem espacial sem fronteiras.
Estão em apresentação da sua primeira demo homónima lançada no início de 2017.

helix trio

O projecto foi criado a meio do ano de 2016 como banda de música ambiente em bares e cafés.
Quando gravam a faixa ‘Troubadours’ a sensação é de continuar a criar e misturar mais influências musicais estabelecendo desta forma a identidade ‘Helix Trio‘.

Com persistência começaram a primeira vaga de concertos na área do centro de Lisboa e a oportunidade de se apresentarem ao público do Funchal.

No final do ano dão início à pré-produção e gravação da 1ª demo homónima, de forma totalmente independente. Lançam o CD em Fevereiro no Crew Hassan em Lisboa.

Publicado em Noticias Etiquetas:

Outubro 5th, 2017 Por Cláudio Silva
Badweather um projeto nascido no Algarve, mais precisamente em Loulé traz consigo um estilo que engloba a música alternativa, instrumentais ambient,riffs de guitarra memoráveis e vocais puros.
badweather
A banda aventurou-se em nove meses intensos de gravações completamente independente nos quais os membros da banda – Alberto Hernández, Hugo Oliveira e João Encarnação – gravaram, produziram, misturam e masterizaram o seu EP de estreia num quarto, em casa.
Designado “Near Life Experiences” este EP apresenta como resultado sete músicas que transparecem e fazem sentir à flor da pele uma montanha-russa de emoções.
O EP já está disponível para streaming e download em varias plataformas digitais. Os links encontram-se abaixo.

Publicado em Noticias Etiquetas:

Outubro 5th, 2017 Por Cláudio Silva

Vulto Violeta é um projeto musical criado em Oeiras/Lisboa, em 2014 por Lino Cunha no seu “homestudio”.
Sendo o único elemento da formação, como compositor, cantor, letrista e multi-instrumentista, 2 anos depois o projeto a solo desenvolve-se com a participação do músico convidado, Tiago Barbosa, que assina os créditos nos arranjos, misturas finais e masterização, neste primeiro registo discográfico, o álbum “ Olhos Fixos”, ano 2017.

vulto violeta

(…)“Olhos Fixos” é a canção escolhida do seu primeiro video-clip, que propõe uma viagem visual pelo surrealismo gótico e o imaginário fantástico. Conta a demanda de um ser numa busca interior entre o sonho e a realidade, entre a sombra e a luz, na procura do natural equilíbrio próprio da luta do dia a dia. Com o recurso a técnicas antigas de cinema de animação entre outras foi criada uma narrativa num universo particular guiado pela letra da musica.(…)
Edição e realização por Rafael C.Teles.

O nome Vulto Violeta foi inspirado em algo misterioso não identificado. Fica ao critério de cada pessoa imaginá-lo.

Publicado em Noticias Etiquetas:

Outubro 5th, 2017 Por Cláudio Silva

MITO nasce em 2017 das músicas de Pedro Zuzarte e Manuel Siqueira. Amigos de há muito, parceiros na música há pouco menos que isso, refugiaram-se no Alentejo para o primeiro desafio musical a dois.

MITO é Pop-electrónico cantado em português, dançável mas de carácter intimista, como se pode ver no videoclipe do primeiro single, “Bom Rapaz”. MITO chega-nos bem aos ouvidos tanto em contextos de convivência social como na tranquilidade dos nossos pensamentos.

O álbum de estreia é esperado no início de 2018 com uma sonoridade singular que promete mexer com o panorama musical nacional.

mito

Gravado nas ruas noturnas da cidade de Philadelphia, EUA, a batida começa e com ela a dança. As palavras “Ser bom rapaz” dão uma identidade ao dançarino. O bom rapaz que vive no conflito de pensamentos, egos e afectos.
É um videoclipe que não vive de história mas da expressão de sentimentos universais ao tom de música e dança.» – É esta a premissa para o primeiro single com videoclipe de MITO.

Publicado em Noticias Etiquetas:

Outubro 5th, 2017 Por Cláudio Silva

Sobre os Likify:

Likify

“O meu nome é Nuno Rocha e Likify é um projecto que eu desenvolvo à sensivelmente 7 anos.

Likify é uma banda virtual…”

Publicado em Noticias Etiquetas: